Salvador, 15 de setembro de 2019
Portal do IRDEB
Principal > IRDEB > Acontece > 4º Encontro Estudantil

alt

Entre os dias 02 e 04.12, a TVE Educativa da Bahia vai fazer cobertura especial do 4º Encontro Estudantil da Rede Estadual, realizado pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia. Diretamente da Arena Fonte Nova, principal palco do futebol da Bahia, a equipe da TV estará a postos para levar ao telespectador todas as informações sobre os acontecimentos do encontro, através de flashes ao vivo durante a programação e entradas nos telejornais TVE Revista, às 11h15, e TVE Notícias, às 18h30. Já o ouvinte da rádio 107.5 Educadora FM vai acompanhar os melhores momentos do Encontro no programa Multicultura, exibido de segunda a sexta-feira às 12h, através de reportagens especiais. Realizado dentro do 4º Encontro Estudantil, o 8º Festival Anual da Canção Estudantil (FACE), terá transmissão ao vivo da TVE e do Portal do IRDEB, das 17h às 21h e, além das apresentações dos alunos, haverá os shows da banda Cidade Negra e da dupla Lucas e Orelha, ex-estudantes da Rede Pública baiana. 

Serão mais de 20 mil estudantes da rede estadual de ensino participando do encontro, vindos de todas as regiões do Estado. Os alunos irão expor produções científicas, artísticas, esportivas e culturais desenvolvidas durante o ano letivo nas escolas. O evento é gratuito e aberto à participação das famílias e do público em geral que poderão participar diretamente das experiências e tecnologias sociais que os estudantes produziram, como o Simulador de Vôo (ver a ciência que gira dentro de uma cabine de avião), a Caixa Preta (instalação artístico-científica que gira em torno da luz e escuridão) e, ainda, acompanhar apresentações de corais e fanfarras escolares. A abertura oficial será realizada no dia 02, às 8h30, com a presença do secretário da Educação do Estado, Osvaldo Barreto.

O Encontro revela as experiências criativas estudantis e reflete as políticas públicas implementadas pelo Governo do Estado da Bahia, a partir do programa Educar para Transformar – um Pacto pela Educação, que contribuem para uma escola mais dinâmica, marcando um novo ciclo da educação na rede estadual. Durante os três dias do evento, a Arena Fonte Nova abre espaço para a música, as artes visuais, a literatura, o cinema, o patrimônio, os esportes, a dança, as ciências, a matemática, a educação profissional, educação de jovens e adultos, entre muitas outras ações formativas e educativas, por meio de projetos estruturantes desenvolvidos nos contextos escolares.

Todas as criações desenvolvidas pelos alunos serão apresentadas durante sete festivais e feiras que acontecem dentro do 4º Encontro, são eles: 8º Festival Anual da Canção Estudantil (Face), 8ª Mostra de Artes Visuais Estudantis (AVE), 7º Sarau do projeto Tempos de Arte Literária (TAL), 4ª Mostra das Aventuras Patrimoniais (EPA), 3ª Mostra de Vídeos Estudantis (Prove), 2ª Mostra de Dança Estudantil (Dance) e 2ª Mostra de Canto Coral Estudantil (Encante). O Encontro Estudantil ainda contempla os Jogos Estudantis da Rede Pública (Jerp), a Feira de Ciência e de Matemática, Encontro e Feira de Tecnologias Sociais da Educação Profissional, Encontro de Líderes de Classe, além de experiências desenvolvidas no Centro Juvenil de Ciência e Cultura, pela Rede Anísio Teixeira e o Programa Todos pela Alfabetização (Topa).


FACE

O 8º Festival Anual da Canção Estudantil (Face), que acontece no dia 04.12, a partir das 17h, se consolidou como política cultural para a juventude estudantil baiana, demarcando um tempo novo na história da educação da Bahia. Em sua versão estadual, o Face apresenta as 15 canções finalistas, de autoria dos estudantes, que se destacaram entre as 1.054 escolas, dos 27 Núcleos Regionais de Educação (NRE). O Face é um projeto pioneiro, de caráter educativo, artístico e cultural, concebido a partir de uma perspectiva abrangente que promove a participação e o envolvimento dos estudantes no processo de desenvolvimento da arte musical, de criação de canções e de realização de festivais. Em suas canções, os estudantes, com estilos e gêneros distintos (rock, samba, pop, axé, heavy metal, reggae, pagode, rap, entre outros), evidenciam as experiências, as histórias vividas, as questões étnicas, a escravidão, os preconceitos, a discriminação, a violência sexual e a relação com a natureza. Denunciando problemas sociais, as armadilhas, as drogas, as máscaras e as maquiagens, como também, revelando as resistências, as leis, as lutas pela igualdade e liberdade. “Oxente”, a Bahia, “Meu lugar”, é o canto do “Aprendiz”, da diversidade cultural e de gente (cantores, autores, o povo bravo), o canto negro, a amizade, o amor, as dimensões e passagens do tempo, a “Fábrica de sonhos”, o sorriso, a arte, as vitórias, a fé e as esperanças. O 8º Festival Anual da Canção Estudantil, espera contar com a participação de mais de 5 mil pessoas, como estudantes, professores, coordenadores, diretores e artistas.


COMPETIÇÕES ESPORTIVAS

O 4º Encontro Estudantil da Rede Estadual recebe também cerca de 1.250 estudantes que participam das etapas finais das competições dos Jogos Estudantis da Rede Pública (Jerp). O Jerp tem como objetivo fortalecer a cultura corporal e as práticas esportivas no currículo da educação básica, tendo como princípios a diversidade, ética, integração, socialização, inclusão, participação, cooperação, regionalismo e emancipação. Entre as modalidades que irão agitar a Arena, estão: basquete, futsal, handebol, vôlei, xadrez e judô. Além desses esportes, o Jerp em 2015 destaca a capoeira com o Festival de Capoeira, que acontece também no dia 04.12. Esse festival faz parte das ações da Secretaria da Educação do Estado, e tem como o objetivo divulgar, democratizar e qualificar a inserção e manutenção desse importante conhecimento no espaço escolar. Cerca de 400 estudantes, incluindo os estudantes portadores de deficiências, participam das oficinas ministradas por mestres e capoeiristas. Para o estudante Brendo Almeida dos Santos, do Colégio Estadual Ministro Aliomar Baleeiro, que participou do Jerp no 3º Encontro Estudantil, integrando a equipe de basquete do colégio, a competição é uma ótima oportunidade de interagir com outras instituições. “É muito legal porque a gente participa das competições com outras escolas e faz amigos”, diz o estudante. 



 

© 2019 | IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia. Secretaria da Educação do Estado da Bahia.