Salvador, 16 de junho de 2019
Portal do IRDEB
Principal > IRDEB > Acontece > 1º Encontro de Negócios do Audiovisual da Bahia

Foram dois dias voltados às mudanças de perspectiva para o mercado de produção de conteúdo na Bahia com o Diálogos de Comunicação – Audiovisual e Novas Perspectivas do Mercado Baiano – Bahia TV: 1º Encontro de Negócios do Audiovisual na Bahia. O evento reuniu, nos dias 12 e 13 de setembro, mais de 200 profissionais da área, entre produtores, diretores, cinegrafistas e roteiristas, para, junto com representantes de canais por assinatura, discutirem sobre o mercado brasileiro no intuito de aquecer a produção brasileira, com base na Lei Federal 12.485, de 2011, que dispõe sobre a comunicação audiovisual de TV de acesso condicionado. As ações foram realizadas no auditório da Assembleia Legislativa da Bahia (CAB, Salvador), na manhã do primeiro dia, e no Hotel Portobello (Ondina, Salvador), no período da tarde e durante toda a sexta-feira.

A primeira parte do encontro levou o advogado Gilberto Toscano, especialista em Direito Audiovisual e do Entretenimento, a explicar pontos importantes da lei em pauta, possibilitando visões mais amplas para que os produtores baianos possam se apropriar dos aspectos jurídicos em favor do mercado local. Na segunda parte, foi a vez de representantes dos canais Cartoon Network, TNT, Space, Curta!, Glitz*, TBS, Canal Brasil e Futura apresentarem seus perfis de programação, discorrendo sobre o mercado de audiovisual para as TVs de acesso condicionado. “É Fundamental para sair do eixo do sul-sudeste do país e ampliar a rede futura pelo Nordeste”, diz a gerente de Conteúdo e Mídias Digitais do Canal Futura, Débora Garcia.

Entre explanações e troca de contatos dos representantes das emissoras e dos profissionais da Bahia, houve bastante reflexão sobre as novas possibilidades de inserção dos trabalhos produzidos no eixo norte-nordeste na programação das TVs por assinatura. “Muita gente não sabe o que acontece nas outras regiões do país. Beneficia também a exploração do conteúdo nacional e a ampliação do mesmo”, considera o diretor de audiovisual Kan Kato. “O objetivo do TNT é receber material, receber projetos. Se o material for de qualidade, não faz diferença a questão da regionalização”, afirma a diretora executiva do TNT, Camila Justo.

PROJETOS APRESENTADOS

Foram disponibilizadas inscrições, para profissionais da Bahia, de projetos de programas televisivos aos canais participantes. Mais de 100 propostas foram recebidas e, destas, 26 foram selecionadas, a partir dos perfis de cada emissora. Foram 50 empresas de produção de conteúdos de audiovisual inscritas. Os classificados puderam negociar seus trabalhos diretamente com os representantes das emissoras, mostrando a relevância de seus conteúdos para as TVs por assinatura, confirmando o objetivo do evento, possibilitando novas perspectivas para o mercado baiano. “Esse encontro representa o amadurecimento do mercado audiovisual baiano e é a porta de acesso dos produtores aos recursos do Fundo Setorial do Audiovisual”, diz o diretor-geral do IRDEB, Pola Ribeiro. “E é, também, o estreitamento dos laços do poder público baiano e seus reflexos na produção de conteúdo audiovisual para cinema e televisão”, completa.

A realização do Bahia TV: 1º Encontro de Negócios do Audiovisual na Bahia é da Associação de Produtores e Cineastas da Bahia (APC – Bahia), Associação Brasileira de Produtoras Independentes de Televisão (ABPITV), Conselho de Comunicação Social da Bahia, Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (IRDEB) e secretarias de Comunicação Social da Bahia (SECOM – BA) e de Cultura da Bahia (SecultBA), com o apoio da TVE Bahia, 107.5 – Educadora FM e Assembleia Legislativa do Estado da Bahia.



 

© 2019 | IRDEB - Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia. Secretaria da Educação do Estado da Bahia.