Novos programas

03/05/2010 21:10:27

A Educadora FM 107.5 reforça sua programação de domingo colocando ainda mais brasilidade nas ondas baianas do rádio através dos programas Brasil Pandeiro e Vozes do Brasil. O primeiro é uma produção local dedicada ao samba em suas diversas matizes e o outro é um tradicional programa veiculado na Rádio Eldorado FM de São Paulo, que é referência como janela radiofônica da música brasileira. O Brasil Pandeiro vai ao ar sempre às 12h com apresentação do músico João Jonga de Lima e mediação e direção do diretor de rádio e tv Toni Couto. Já o Vozes do Brasil é transmitido às 20h com apresentação e produção da jornalista Patrícia Palumbo. Ambos programas podem ser ouvidos ainda em versão on line no portal do Irdeb, www.irdeb.ba.gov.br, no mesmo horário da transmissão.

As iniciativas são fruto de parcerias da emissora feitas com produtoras independentes: a Macaco Beleza, no caso do Brasil Pandeiro, e Patrícia Palumbo no Vozes do Brasil. Segundo o coordenador da Educadora FM, Mário Sartorello, os dois programas enriquecem o conteúdo da programação e o programa de samba abre um espaço importante para a cena independente local. “Com o Vozes do Brasil temos a oportunidade de trazer para a Bahia um programa de muita representatividade produzido há 12 anos que traz conteúdos importantes de música brasileira e muitas entrevistas exclusivas”, frisa.

O Brasil Pandeiro foi concebido como uma homenagem ao estilo musical originalmente brasileiro mostrando seus desdobramentos e diversas formas de expressão dos artistas de cada região do País. O programa vai abrir alas para o gênero em diversas épocas, incluindo desde a tradição de Pixinguinha à modernidade de Seu Jorge, contando sempre com uma entrevista de um artista baiano ou brasileiro. Além disso, o Brasil Pandeiro tem vinhetas inspiradas em frases e trechos de composições que marcaram a história do samba e conta ainda com a presença do personagem do “bom malandro” imortalizado por bambas como Bezerra da Silva e Riachão.

O Vozes do Brasil resgata a boa música brasileira em todas suas nuances e sotaques. O programa capta a chamada Música Popular Brasileira (MPB) em todas suas possibilidades estéticas, abrindo espaço para o experimentalismo de Tom Zé ou o vozeirão de Gal Costa, passando pela arte de Bebel Gilberto, Elza Soares, Simoninha, Dulce Quental, Caetano Veloso, Jussara Silveira, Paulinho Moska, Maria Bethânia, Elza Soares, Luiz Melodia e muito outros. O liquidificador criativo do programa traz sempre entrevistas singulares com novos e velhos artistas da MPB dos quatro cantos do País.